O Google Analítico



Todos que fazem blog no blogspot sabem o que é fazer um blog no blogspot. Além de todas as dificuldades, há também o momento de trabalhar o layout: é hora de sair catando na internet htmls prontos para funções como relógio, calendário, caixa de mensagens, banners e, em especial, contadores.


Um contador (não sei se há algum nome mais oficial, mas eu e muitos outros chamamos de contador) é um programa que registra todos os acessos ao blog. O contador mais famoso para os partidários do blogger era o sitemeter (você poderá clicar no ícone que se assemelha a um gráfico, localizado abaixo da lista de links e blogs na coluna da esquerda). Nele, podemos ver quantas pessoas entraram por dia, quantas páginas foram visualizadas no total, de onde essas pessoas vieram, quanto tempo demoraram acessando, e como chegaram até o blog, isto é, se acessaram diretamente, se através de um link em outro lugar (twitter, Orkut, ou outro blog) e se acharam o blog através de um site de pesquisa. O sitemeter ainda mostra se o leitor, após entrar no blog, clicou em algum “link de saída”, ou seja: se há algum link no blog, desde o perfil dos autores, até imagens postadas, passando pela lista de blogs, isso será registrado. Na lista de blogs, por exemplo, os mais clicados são o site da UEFS e o flickr Colores de Dolores. No geral do blog, também, acreditem, o link mais clicado, curiosamente, é o do perfil da leitora Raíssa Caldas, este aqui: http://www.blogger.com/profile/01951926680256359304

Salientei que o sitemeter “era” mais famoso porque de repente, sem avisar, o Google fez mais um filho bastardo fora do casamento: é nada menos que o Google Analytics, um contador com a mesma função que o sitemeter, mas, em se tratando do Google, já sabem – é muito mais complexo, funcional e fascinante.




O Google Analytics é o site usado pelas grandes empresas. Foi Caio quem rendeu a Transa ao Analytics, e mostrou a todos nós. Nele, além de outras funções que ainda não descobrimos, temos a visualização dos acessos dividida em três partes: visitantes, fontes de tráfego e conteúdo. Na seção de visitantes, podemos descobrir de onde eles vieram mais detalhadamente: temos acesso da Argentina, do Moçambique, da Rússia, dos EUA; no Brasil, temos acesso de Feira a Porto Velho, Cuiabá, Novo Hamburgo – são centenas de cidades. Podemos analisar cada acesso em particular, ver quanto tempo ele ficou no blog e a sua taxa de rejeição, uma taxa que é determinada por esse tempo: se a pessoa ficou com a página aberta por poucos segundos, subentende-se que ela não leu o blog e, por isso, sua taxa de rejeição será de 100%.

Temos também a relação de visitantes novos e antigos, temos a “fidelidade” dos visitantes, a já referida duração da visita e ainda a “profundidade” da visita. Podemos saber que navegadores eles usaram (o Firefox é o campeão atualmente), qual sistema operacional, qual a resolução de tela de seus monitores e se eles têm suporte de Java. Ainda dá pra saber se usam banda larga ou discada, qual o nome do provedor e qual a velocidade de conexão.




Na página dos conteúdos, podemos saber qual conteúdo foi mais acessado, qual teve menor taxa de rejeição. E na seção de fontes de tráfego, podemos saber mais esmiuçadamente quantos entraram por acesso direto, quantos por sites de referência e quantos por mecanismos de pesquisa. Registrar o Google Analytics é bem mais fácil que o Sitemeter, e ainda pode ser usado em português.

A seção mais curiosa mesmo é saber o que andaram pesquisando no Google para chegar ao blog. É hilária. Vejamos algumas ocorrências:

* uyatã rayra
Essa é uma das pesquisas mais feitas no Google. O nosso colega é o mais famoso dentre nós.

* “Daniel Pereira Ponde”
O camarada comentou em alguns posts ou outros, e agora já está sendo bastante pesquisado. Advogado, trabalha em seu escritório de advocacia junto a um colega na, se não me engano, JB Empresarial.

* Mallu Magalhães
Citei ela num único post, o sobre Los Hermanos, e já rendeu alguns acessos. 




Vamos agora aos mais inusitados:

* A mulher que transou com o segurança da loja insinuante em Dias D’ávila.
Como alguém chegou ao blog com uma pesquisa dessas?????

* Aritanã lima russo
???????????

* Com quem Neymar está transando?
HAHAHAHA!

* Não sei como é que se transa.


* Perdi a virgindade no bar

* Fazer amor várias posições certeiras transa
HAHAHAHAHAHA!!!

* Funcionária do Habib’s transando
Olha o que um texto citando o Habib’s, rendeu! 

* Minha mãe transou com o diretor
Meu Deus!

* Mulheres diversas nuas transando e quadrinhos, grátis
...

* País que quando passam no vestibular transam
????????????????

* Putas da uefs
Meu Deus! 

* Robinho virgindade
Aí o que dá escrever um texto falando do Santos!




* vídeos de transas pesadas ao vivo
* vídeos reais de mulher transando com animais
* um vídeo de tranza em salvador 2010
* transas africanas modelos que fazem a cabeça
* transa bestial
* transa mais longa do mundo
* transa Caetano explicação




E, agora, a campeã de todas:
* Quando a gente transa só uma vez perde a virgindade?

Sim, pesquisaram isso no Google. E acharam o blog da Transa Revista. A maioria dessas pesquisas renderam, obviamente, taxas de rejeição de 100%.

7 comentários:

15 de março de 2010 06:49 André do Carmo disse...

ehe
interessante os 2, aderi aos 2 no meu blog (www.ducadrive.com) , a diferença é absurda, o analytics com certeza é bem mais completo, porém, as informações pestadas não são estantâneas...existe um grande tempo de atraso nas informações e o sitemeter é instantâneo....

O Google quer dominar o mundo (risos)

15 de março de 2010 07:21 Lorena disse...

hum, interessante...quer dizer que estamos sob a mira de vocês, e não o contrário, hein? somos, de fato, o "público-alvo"? e agora? será que já são capazes de advinhar se o café que está ao lado esquerdo da minha mesa é forte ou fraco, pelo "tom" da minha escrita ou pela posição escolhida para ele [o café]?

enfim...saudações aos nossos queridos "detetives existenciais"*, cujos olhares nos permitem olhar mais para nós mesmos e para o "nós", no mundo.

* http://multiplot.wordpress.com/2008/08/13/huckabees-a-vida-e-uma-comedia-david-o-russel-2004/

P.S.: medo do desconhecido? medo de se conhecer...

15 de março de 2010 09:32 M. Correia disse...

É. Como diria um preto que eu também gosto muito: faz quase tudo... mas é mudo, não anda, não ama, não conjectura se deus existe, não decide se vive ou morre, etc, etc.

15 de março de 2010 10:55 DSL disse...

rapaz, não sei se isso me assusta ou me fascina.

15 de março de 2010 11:36 Bruno disse...

Eu fiquei com medo agora. Será que vocês têm acesso aos comentários digitados e, por arrependimento e pudor, não postados? rs...

Google, de fato, fascina. Chamou-me a atenção quando vi meu blog indicado na coluna ao lado, gosto dessa interação, gosto mesmo.

16 de março de 2010 05:04 Orahcio disse...

Isso que dá fazer uma revista transada. Mas isso é bom que as mentes vazias da net procuram algo pra transar e acabam achando uma Transa legal. Não podiam ter escolhido um nome melhor, o anlytics só está provando o quão bom é esse nome. Muito bem, continuem com esse trabalho maravilhoso, estarei acompanhando no Google Reader, pra variar um pouco.

19 de março de 2010 20:46 Marcos disse...

Isso me lembra o filósofo Gilles Deleuze e a Sociedade de Controle, na qual vc imaginando possuir ampla autonomia nas suas simples atividades diárias (operações bancárias, compras e vendas on line, passear pela rua do centro, etc.)na verdade é alvo de um grande controle e monitoração.

Postar um comentário