Rumba Dos Inadaptados








No quarto impecável, ao lado do corpo,
A carta, com um último artigo a sair no jornal de
Domingo,
No correio dos leitores,
Dizia assim:


 “Sou jovem, honesto, estudante, trabalho sou pago: eu pago os impostos, as letras, os juros, da casa, dos móveis, dos livros na estante, dos discos, dos filmes: que hei-de fazer?








Eu vou ao cinema, eu leio poemas, gosto de ler! 
















Eu voto, eu escolho, eu olho nos olhos dos casos, dos factos, das coisas concretas: eu não tomo drogas, não sou alcoólico!







 Eu estou preocupado e um pouco dorido ao ver que em várias revistas adultos, ministros, artistas, nas entrevistas da tv, demonstram que os jovens são brutos, boémios, incultos, autistas, não têm emprego, ou são arrivistas e mal educados: são tão depressivos, são tão destrutivos, que hei-de fazer? 






Com 23 anos já não faço planos: para quê fazer? 















Eu vivo da esperança na vaga mudança que nunca vai acontecer: eu não tomo drogas, não sou alcoólico!”.


















Música: Rumba Dos Inadaptados (ou A Morte Do Jovem Contribuinte)
Banda: Quinteto Tati / Álbum: Exílio
Composição: J.p. Simões
Fotografias: Dolores Rodriguez
Chamadas retiradas da sessão 'Jovem' do site UOL 







---












O Quinteto Tati é uma banda portuguesa, cuja estreia discográfica ocorreu em 2004. Apesar do nome, que homenageia o cineasta Jacques Tati, a banda não é composta por cinco mas por seis elementos. O vocalista e escritor das letras é JP Simões, além de Sérgio Costa, ambos músicos dos "Belle Chase Hotel".
Com 12 canções, o CD "Exílio" tornou-se num êxito de vendas, tendo atingido mais de 8000 cópias vendidas.











Segundo o próprio J.P. Simões: "Como ainda não está provado que existe vida para além da porra, mais vale continuar humildemente a procurar respostas, a procurar dentro das canções uma espécie de elo perdido com uma vaga ideia de harmonia: semear o quinto império no quintal. E assim se justifica que um dia destes apareça por aí um disco novo com canções escritas por mim e pelo Sergio".

1 comentários:

27 de março de 2010 07:19 ivan disse...

Quanta inspiração...

Postar um comentário