Um pouco sobre cultura pop japonesa



Feira de Santana, como todos sabemos, é composta por uma população bastante heterogênea no que diz respeito à cultura. Quero, então, chamar a atenção de todos para um movimento cultural que vem crescendo nos últimos tempos em todo o mundo, e conseqüentemente em Feira, principalmente entre os jovens. Trata-se da cultura pop japonesa e do quanto os jovens feirenses têm aderido à ela, mesmo ainda sendo algo um tanto quanto marginalizado aqui na cidade.

Quem não tem um amigo, um colega ou um vizinho que gosta de ver animes ou ler magás? Todos nós conhecemos alguém (eu mesma adoro). Já são muitos os jovens feirenses que aderiram a essa cultura, mas o fato é que ainda existe muita discriminação por parte dos outros. As pessoas ainda vêem o gosto por anime/mangá algo infantil, sendo que há produções para todas as idades, direcionadas ao público infantil, adolescente e também adulto.


A pouca aceitação dessa cultura se dá, geralmente, por falta de conhecimento da mesma, por não ser algo tão visível na cidade. Isso faz com que os "otakus" (viciados em anime/mangá) feirenses saiam de Feira para irem aos eventos de anime/mangá de Salvador ou simplesmente não participarem deles. Aqui em nossa cidade só temos o Feira RPG que acaba atingindo esse público, mas não tem o mesmo foco que os eventos destinados a tal. Surge então, de um grupo de amigos, a idéia de contruir o primeiro evento de anime/mangá de Feira de Santana, o AniHime, com o objetivo de unir os otakus feirenses para uma maior socialização e informação sobre cultura japonesa.



O evento seguirá os moldes do Anipolitan, que acontece em Salvador, porém em menor proporção (por enquanto) e já houve uma prévia no dia 01 de novembro de 2009. O grupo costuma se reunir no Shopping Boulevard, nos fins de semana, para organizar o evento que ainda não tem data definida, mas que acontecerá por volta do mês de maio e a proposta é de que aconteça anualmente. É um ótimo espaço para quem é otaku, ou simpatizante. Prometo novidades sobre o tema num próximo post.

Aritana Lima é membro do Conselho de Colaboradores da Transa Revista.

12 comentários:

14 de fevereiro de 2010 04:32 Nilo Barroso disse...

Ótimo texto, Aritana!
Espero que mais otakus conheçam esse evento e se juntem a nós!

14 de fevereiro de 2010 07:16 Paulo disse...

Essa menina tem futuro, só podia ser da História!

14 de fevereiro de 2010 12:23 Nanirine disse...

Meus Parabéns Ari, muito bom o texto.E eu não sai na ft ( coisa boa xD)
Espero que mais otakus conheçam esse evento e se juntem a nós![2]

14 de fevereiro de 2010 12:40 Rafael Paiva disse...

Muito legal a matéria, a presença da comunidade otaku em FSA é reforçada a cada dia.
Espero que mais otakus conheçam esse evento e se juntem a nós![3]

14 de fevereiro de 2010 15:57 Aritana disse...

Obrigada, pessoal! Esse evento promete, hein?! Pois é Paulo, temos que marcar presença! Hahaha

15 de fevereiro de 2010 13:49 Bernardo Bezerra disse...

Pra se ter o nível dos eventos de Salvador...como o Anibahia (pra mim o anipólitan caiu no meu conceito, por que minha irmã foi roubada...e o pessoal da organização não fez nada para reverter...disse que não podia fazer nada.) tem que ter as vendinhas, bandas que toquem jpop, jrock e músicas dos animes. Será que vai ter isso tudo? será que encontrará um espaço grande pra caber tudo? será que o povo de outra cidade, salvador principalmente, se interessará em vim pra k pra participar? será que conseguiriam patrocínios???? são várias perguntas para serem resolvidas. vamos que vamos feira.

15 de fevereiro de 2010 18:55 Matevania disse...

Parabéns Aritana, sua materia sobre anime/mangá ficou otima, espero anciosa seu proximo post! Orgulho do curso de história da UEFS...haha

16 de fevereiro de 2010 04:15 Ricardo Thadeu disse...

Aritana, parabéns pelo post! Vc disse algo interessante e que é uma verdade absoluta: quem curte anime/mangá ainda é visto como sujeito infantil. Eu coleciono mangás desde 2004 e ainda tem gente pegando no meu pé por isso. kkkk
O que Bernardo falou faz sentido, a coisa tem de ser bem organizada, pois, sem sombra de dúvidas, muita gente de fora virá para o evento.

Estou a disposição para ajudar no que eu puder.
att
Thadeu

16 de fevereiro de 2010 17:03 Marvin disse...

hum!!!
bom texto, realmente espero que o anihime vingue, a falta de opções de lazer em feira é absurda, um evento desses já seria um grande passo.
Quanto ao termo otaku, não seriam "fanaticos" por qq coisa não? XD e não apenas animes e mangás.
até!

16 de fevereiro de 2010 19:49 Vitz disse...

Texto interessante, moça. x3

E boa sorte ao Anihime.

20 de fevereiro de 2010 13:09 Paula disse...

gentem, olha, os otakus estão sendo valorizados em feira :O que boom, fiquei feliz agora. ainda mais porque tá divulgando o anihime, né/ uhul \o/

20 de fevereiro de 2010 14:58 Gilvanildo disse...

Essa menina tem futuro, só podia ser da História!(2) haha

Parabéns companheira. Gostei do texto e até me interessei em aparecer pelo evento sobre anime e mangá para conhecer melhor.

Continue escrevendo para o Blog, sobre este e outros temas, pois você tem talento.

Saudações Ousadas.

Postar um comentário